Cantinho de Elias Torres

Saudade e Poesia

Textos

Minha voz é de trovão, mas meu coração é suave... Às vezes sou estúpido, mas meu coração é silencioso... Às vezes grito, mas meu coração entra em sinfonia... Às vezes sou casca dura, mas meu coração há ternura... Às vezes sou estúpido, mas meu coração é tranquilo... Às vezes eu grito, mas meu coração é quem canta... Às vezes eu entro na dança, mas meu coração é que leva o compasso do tango... Ah, meu coração tu és uma criança brincalhona.
Elias Torres
Enviado por Elias Torres em 04/10/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras